Renato Prieto estreia Encontros Impossívei no Teatro Jaraguá

Redação do Aplauso Brasil (redação@aplausobrasil.com.br)

Em peça, jornalista encontra personalidades mortas que sempre quis entrevistar. Foto: divulgação

Em peça, jornalista encontra personalidades mortas que sempre quis entrevistar. Foto: divulgação

SÃO PAULO – No espetáculo Encontros Impossíveis, o ator Renato Prieto interpreta um jornalista que contracena com celebridades que já partiram. O texto é assinado pelo crítico e jornalista Rodrigo Fonseca. A direção é de Gustavo Gelmini.  Ao lado de Prieto está o ator Victor Meirelles. A estreia é sábado, 23, às 19h00, no Teatro Jaraguá.

A trama é ambientada no apartamento de (Adão), local em que ele se encontra com pessoas que sempre desejou entrevistar. São personalidades que mudaram o rumo da nossa história, como Freud, Carmen Miranda, Marilyn Monroe, Judy Garland, Gandhi, Madre Teresa de Calcutá, Chico Xavier, Martin Luther King e Frank Sinatra. Elas aparecem em cena por meio de projeções. Continue lendo

Entrevista: Estourados no CCBB, Cia da Revista busca ajuda na internet para continuar tributo a Chico Buarque

Já fizemos o pior:
transformamos uma funilaria em um teatro”
Cia da Revista

Kyra Piscitelli, do Aplauso Brasil (kyra@aplausobrasil.com.br)

Membros da Cia da Revista na futura nova sede, no bairro da Santa Cecília, no centro de SP. Foto: divulgação.

Membros da Cia da Revista na futura nova sede, no bairro da Santa Cecília, no centro de SP. Foto: divulgação.

SÃO PAULO – No dia 8 de agosto a Cia da Revista estreou o espetáculo Ópera do Malandro de Chico Buarque com a bilheteria estourada para toda a temporada, no Centro Cultural Banco do Brasil. Agora, a companhia já tem  um novo desafio pela frente: precisa arrecadar R$ 20.000 para dar continuidade ao Projeto Chico 70, uma homenagem aos 70 anos de idade do artista que envolve outras várias produções além da que está em cartaz no CCBB. Para isso, entraram no Catarse, uma rede colaborativa na internet que ajuda a viabilizar projetos culturais. Os colaboradores dão o quanto pode e o criador do projeto tem que oferecer uma recompensa para cada um desses valores doados.

Reconstrução é o nome do projeto que está disponível para captação no Catarse. A nova empreitada da Cia da Revista, é o terceiro resultado cênico da pesquisa iniciada em 2009 e que gerou os espetáculos  Carnavalha (2011) e Cabeça de Papelão (2012). Assim como seus antecedentes, Reconstrução envolve uma grande pesquisa em torno das relações sociais na perspectiva do mito da cordialidade, apresentada pelo sociólogo Sérgio Buarque de Holanda na obra Raizes do Brasil. As histórias têm como cenário um país fictício.

Continue lendo

Crítica: O Fabuloso Paulo Gustavo

Luís Francisco Wasilewski, do Aplauso Brasil (lfw@aplausobrasil.com.br)

Este slideshow necessita de JavaScript.

RIO DE JANEIRO – Paulo Gustavo já transcendeu a categoria de grande comediante. Ele é, como a crítica teatral define, um one man show. Seu espetáculo atual, 220 Volts, em cartaz no Oi Casagrande traz todo o seu talento na criação de personagens femininas. Além disso, sua atual montagem se destaca no panorama teatral atual por oferecer à plateia uma super produção, digna das grandes estrelas da música pop e das majestosas produções dos grandes musicais.

Desta vez Paulo Gustavo não está só em cena, como aconteceu nas encenações de Minha Mãe é Uma Peça e Hiperativo. Há excelentes bailarinos que o acompanham no palco. Lindos e talentosos, o conjunto de dançarinos traz para a produção de 220 Volts uma estética que remete aos shows de ícones musicais como Madonna. Continue lendo

Theatro Net recebe O Grande Circo Místico

Nanda Rovere, do Aplauso Brasil (nanda@aplausobrasil.com.br)

Este slideshow necessita de JavaScript.

SÃO PAULO- O Grande Circo Místico foi um grande sucesso nos anos 80 na forma de ballet e agora volta aos palcos num formato inédito: o teatro musical. O espetáculo, baseado no poema A Túnica Inconsútil, de Jorge de Lima e com composições de Chico Buarque e Edu Lobo, mostra o amor impossível entre Frederico, um aristocrata, e Beatriz, a bailarina de um circo. Nas mãos dos dramaturgos Newton Moreno e Alessandro Toller, a montagem ganha novos conflitos, personagens e situações. Entre os destaques do numeroso elenco estão os atores Leticia Colin e Gabriel Stauffer, que dão vida ao casal principal, Fernando Eiras como administrador do circo e Isabel Lobo como a vilã Charlote, noiva abandonada de Frederico. A obra é a primeira produção teatral do recém inaugurado Theatro Net.

O Grande Circo Místico celebra os 70 anos de seus compositores, Edu Lobo, também supervisor musical do espetáculo, e Chico Buarque. A ideia do projeto é da produtora Maria Siman e da Isabel Lobo, filha de Edu, que tinha muita vontade de ver o musical de novo, mas com formato de teatro musical. Convidaram Newton Moreno e Alessandro Toller para a elaboração de um novo roteiro. Continue lendo

ESPECTADOR PROFISSIONAL: Os Satyros fazem delicado retrato da solidão em novo espetáculo

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com)

Este slideshow necessita de JavaScript.

SÃO PAULO – Adianto aqui que este relato não deve ser lido como uma crítica ao espetáculo Pessoas Perfeitas, de Ivam Cabral e Rodolfo Garcia Vázquez, quem assina a direção, cuja estreia é nesta sexta-feira (15). Assisti a um dos ensaios, embora o espetáculo já esteja pronto e emane os augúrios de delicada e eletrizante produção, revivendo a força de montagens como De ProfundisA Vida na Praça Roosevelt e Inocência, minha trinca favorita.

Os autores e criadores da Companhia de Teatro Os Satyros, Cabral e Vázquez, que, neste ano, celebra 25 anos de existência, criaram personagens baseados em observações de seres que habitam o centro da cidade de São Paulo – o grupo tem a Praça Roosevelt, revitalizada depois de suas ações culturais, como sede, desde o final do ano 2000 – o que está incluso em sua pauta temática há anos.

A boa nova é o acabamento primoroso do texto, assim como o de todos os elementos da encenação (atuações, direção, iluminação, figurinos, cenário, maquilagem, inserção da música como elemento cênico etc.), que coloca Pessoas Perfeitas num patamar geográfico universal, ou seja, a localização da peça se expande (talvez aí esteja o que Os Satyros chamem de “Teatro Expandido”) para qualque centro urbano assolado pela solidão-nossa-de-cada-dia, em que o limite entre ficção e verdade, corroborado por diversas mídias que, ao substituírem nossa imagem real pela idealizada, substituem o contato  social pelo virtual.  Continue lendo

ESPECTADOR PROFISSIONAL: JUCA DE OLIVEIRA BRILHA COMO ÚNICO INTÉRPRETE DA TRAGÉDIA REI LEAR

Maurício Mellone, para o www.favodomellone.com.br – parceiro do Aplauso Brasil

SÃO PAULO- Mesmo em se tratando de William Shakespeare e de uma de suas maiores tragédias — Rei Lear, escrita em 1606 —, tudo é inusitado na atual montagem que os paulistanos têm a chance de conferir. 

Primeiramente pela adaptação de Geraldo Carneiro para um espetáculo solo ser inédita no mundo. Segundo que uma grande tragédia, com muitos personagens geralmente é apresentada em palcos imensos, mas desta vez um único ator, o grande Juca de Oliveira, interpreta oito personagens para contar toda a saga do rei que resolve dividir seu trono para as três filhas; e tudo é encenado no aconchegante e intimista Teatro Eva Herz. Continue lendo

De 13 a 18 de agosto: Grupo Corpo faz apresentações no Teatro Alfa

Redação do Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com

Grupo Corpo apresenta "Triz" no Teatro Alfa. foto/divulgação José Luiz Pederneiras.

Grupo Corpo apresenta “Triz” no Teatro Alfa. foto/divulgação José Luiz Pederneiras.

SÃO PAULO – A mais recente criação do Grupo Corpo, o espetáculo de dança Triz faz apresentações no Teatro Alfa, em São Paulo, de 13 a 18 de agosto. Depois, o espetáculo que já passou por Belo Horizonte segue para Porto Alegre (Teatro do Sesi em 30 e 31 de agosto) e Rio de Janeiro (Theatro Municipal em 4 a 7 de setembro). O grupo conta mais um vez com a trilha sonora assinada por Lenine.

E, diferente do ano passado, quando o balé foi apresentado em programa duplo com Parabelo, de 1997, Triz terá como companhia desta vez Onqotô, de 2005, com trilha de Caetano Veloso e José Miguel Wisnik, que desde o ano seguinte à sua criação não sobe aos palcos brasileiros. Continue lendo

V FESTIVAL DE TEATRO CIDADE DE SÃO PAULO traz 20 espetáculos entre adultos e infantis para a cidade

Redacão do Aplauso Brasil (redacao@aplausobrasil.com)

festivalSÃO PAULO – Começa nesta terça-feira (12), no Teatro União Cultural, o V Festival de Teatro Cidade de São Paulo, reunindo 13 espetáculos adultos e sete montagens infantis. Lançando luz sobre o trabalho de novos grupos e artistas, o festival faz parte do calendário teatral da cidade e vem se tornando um indispensável celeiro de talentos, despertando o interesse de diversas companhias paulistas que veem nele uma oportunidade de mostrar seus trabalhos, receber o julgamento justo de profissionais do mercado teatral e ali começar uma trajetória de sucesso no teatro brasileiro.  A curadoria do evento é do produtor cultural Eduardo Marins, que há 12 edições monta um festival nos mesmos moldes na cidade do Rio de Janeiro. Os ingressos do Festival custam R$30 reais e a meia entrada de R$ 15 vale para estudantes, professores e maiores de 60 anos. O evento acontece por três semanas na cidade.

Tanto as montagens adultas como as infantis serão analisadas pelos jurados Jhaíra (dramaturga e atriz), Lucianno Maza (dramaturgo e crítico de teatro), Maria Dudah Senne (atriz e diretora) e Rui Xavier (dramaturgo e ator). Os espetáculos concorrem ao Troféu Arlequim: criado pelo Festival para premiar os melhores atores, diretores, cenógrafos, figurinistas, iluminadores, produtores e os melhores e peças. Além do troféu os vencedores ganharão uma temporada com todas as despesas pagas no Teatro União Cultural.  Continue lendo

RESIDÊNCIA ARTÍSTICA: SOBRE JORNALISMO CULTURAL COM KENNY RODGERS

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com)

residenciasp

O Aplauso Brasil desenvolve, até dezembro de 2014, uma Residência Artística na SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt na qual pretende desenvolver uma série de atividades com os aprendizes sob a égide da interação.

Como atividade inaugural, fizemos algumas entrevistas-depoimentos em que os artistas-aprendizes falam sobre como veem o jornalismo cultural vigente e como gostariam que fosse. Um material interessante para que nós, comunicadores, pensemos no trabalho que fazemos, no binômio “informação X formação”.

Neste terceiro vídeo, o artista-aprendiz Kenny Rodgers que está no curso de Iluminação faz apontamentos pertinentes sobre como é feito o jornalismo cultural e como gostava que fosse, sobre informação X formação etc.

VEJA TAMBÉM: 

RESIDÊNCIA ARTÍSTICA: SOBRE JORNALISMO CULTURAL COM RAFAEL DIAS GOMES

RESIDÊNCIA ARTÍSTICA: SOBRE JORNALISMO CULTURAL COM ELTON JOHN

RESIDÊNCIA ARTÍSTICA: SOBRE JORNALISMO CULTURAL COM ELTON JOHN

Michel Fernandes, do Aplauso Brasil (Michel@aplausobrasil.com)

residenciasp

O Aplauso Brasil desenvolve, até dezembro de 2014, uma Residência Artística na SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt na qual pretende desenvolver uma série de atividades com os aprendizes sob a égide da interação.

Como atividade inaugural, fizemos algumas entrevistas-depoimentos em que os artistas-aprendizes falam sobre como veem o jornalismo cultural vigente e como gostariam que fosse. Um material interessante para que nós, comunicadores, pensemos no trabalho que fazemos, no binômio “informação X formação”.

Neste segundo vídeo, o artista-aprendiz Elton John, natural do Cabo Verde,, que está no curso de Atuação faz apontamentos pertinentes sobre como é feito o jornalismo cultural e como gostava que fosse.

VEJA TAMBÉM: 

RESIDÊNCIA ARTÍSTICA: SOBRE JORNALISMO CULTURAL COM RAFAEL DIAS GOMES

Teatro e outras artes por Michel Fernandes & Colaboradores

%d blogueiros gostam disto: