EM CARTAZ : “DZI CROQUETTES” GANHA MAIS 04 SESSÕES NO TEATRO AUGUSTA

0
50

Cassiano Leonardo especial para Aplauso Brasil (Cassiano@aplausobrasil.com.br)

SÃO PAULO – Depois de aplaudida temporada no final de 2016, o espetáculo Dzi Croquettes mantém apresentações no palco do Teatro Augusta – Sala Paulo Goulart, em São Paulo, ganhou mais 04 sessões em Março , com exibições as quartas e quintas-feiras, às 21h. Com 45 anos de história, o grupo coreografado e dirigido por Ciro Barcelos (integrante da formação original do Dzi Croquettes), preserva a ideia do Teatro Musical Brasileiro, com aproximação ao chamado teatro de revista e distanciamento ao estilo contemporâneo dos musicais assinados pela Broadway.

Composto por uma nova geração de bailarinos, cantores e atores, a montagem que serviu de modelo para uma geração de artistas prioriza suas características originais, como a irreverência que exalta a fuga do costumeiro, seguindo firme na crítica à tirania do habitual e à redução do indivíduo ao nível da ignorância e do preconceito, evidências vistas no cotidiano atual. Um espetáculo que reflete a realidade social, política e existencial dos tempos modernos.

“O texto mexeu com uma geração e se coloca muito atual. Levamos uma discussão ao mundo e o interessante é rever que as mesmas discussões foram mantidas ao longo do tempo”, destaca Ciro Barcelos.

O espetáculo conta com sua trilha sonora também original, sendo acrescidas algumas canções contemporâneas, como Ira, Titãs e Mamonas Assassinas, além de estilos como o rap e o eletrônico. No elenco, além de Ciro Barcelos, a sensualidade de jovens, que esbanjam vigor físico e aplaudida técnica teatral para vivenciarem suas interpretações “masculinas femininas”.

Com autoria, coreografia e direção geral de Ciro Barcelos, a nova versão do espetáculo Dzi Croquettes, teve estreia em 2012, no Rio de Janeiro, onde permaneceu em cartaz por três anos. Em 2015, a montagem fez estreia em São Paulo, no Teatro João Cachoeira, a convite da Secretaria de Cultura por ocasião da Virada Cultural. Em 2016 realizou 13 apresentações no Teatro Augusta, onde mantém temporada até o dia 23 de fevereiro e, possível, prorrogação para o mês de março.

FICHA TÉCNICA

Realização: Estúdio ARTE-SE
Concepção, Texto e Direção Geral: Ciro Barcelos.
Elenco: Ciro Barcelos, Bruno Gissoni, Filipe Ribeiro, Paulo Victor Gandra, Julio Aracack, Rogério Nóbrega, Dante Paccola, Leandro Naiss e Filipe Azeredo.
Assistente de Direção: Radha Barcelos
Direção Musical: Demetrio Gil
Trilha Sonora: Demetrio Gil e Flavio de Lira
Percussão: Vitor de Toledo
Coreografia: Ciro Barcelos e Lennie Dale
Figurinos e Adereços: Claudio Tovar
Cenografia: Pedro Valério
Preparação Vocal: Maúde Salazar
Desenho de Luz: Guilherme Bonfanti
Coreógrafos convidados: Eliane Carvalho (Flamenco), Neuza Abbes (Tango) e Rafael Leal( Afro)
Assessoria de Imprensa: Davi Brandão (Olho na Mídia)

SERVIÇO:

Dzi Croquettes
Local: Teatro Augusta – Sala Paulo Goulart. Rua Augusta, 943; Cerqueira Cesar, São Paulo.
Temporada. Em cartaz até 23 de fevereiro, as quartas e quintas-feiras.
Horário: 21h
Ingresso: R$ 80,00 e R$ 40,00 (meia entrada: estudante, servidor de escola pública, idosos e pessoas com deficiência).
Duração: 90 minutos
Classificação: 14 anos
Venda de ingressos on-line pelo site www.ingressorapido.com.br ou, diretamente, na bilheteria do Teatro Augusta (de quarta à sexta-feira, das 14h às 21h; sábados das 13h às 23h30 e domingos das 13h às 20h).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe seu comentário
Por favor, preencha seu nome

*