20 C
São Paulo
quinta-feira, junho 29, 2017

CRÍTICA: “HAVEMOS DE AMANHECER” E A PALAVRA QUANDO SE TORNA CORPO

SÃO PAULO – Depois de cumprir temporada paulista em 2016, espetáculo que transporta poemas de Drummond para o palco encerra sua carreira no Viga...

CRÍTICA: “MADAME SATÔ OU CANTO SOBRE A VIOLÊNCIA

SÃO PAULO - Madame Satã é uma das figuras mais simbólicas da história LGBT. Pobre, negro e homossexual, João Francisco dos Santos foi marginalizado...

CRÍTICA: “UMA VIDA BOA”

SÃO PAULO - Torturado, violentado e assassinado em 1993, o jovem Brandon Teena teve sua vida investigada em pelo menos duas obras audiovisuais famosas:...

CRÍTICA: “BOI RONCEIRO – UMA FÁBULA DE HORROR”

  São Paulo – A Mostra de Dramaturgia em Pequenos Formatos Cênicos do CCSP tem permitido, ao longo de suas edições, que grupos mantenham suas...

CRÍTICA: “QUANTOS SEGUNDOS DURA UMA NUVEM DE POEIRA”

São Paulo – Em cartaz até 26 de junho na SP Escola de Teatro, espetáculo da Cia Bruta de Arte acompanha a vida de...